Página Você Muito Mais Conciliador completa 1 ano de compartilhamento de conteúdos voltados para a resolução adequada de conflitos

Disseminar a cultura de paz para estudantes, operadores do Direito, e sociedade, esse foi um dos principais objetivos que moveram ao longo do ano o projeto voltado para o Instagram/Facebook Você Muito Mais Conciliador, das magistradas Andressa Carvalho Menegaz e Kassandra Carvalho e Lima, que atuam no Tribunais Regionais do Trabalho da 18ª Região e 19ª Região, respectivamente. A página, que completa um ano em 28/12/2019, traz publicações diárias com notícias, dicas, boas práticas, em textos ou vídeos, sobre a cultura do diálogo e uso dos meios adequados para resolução de conflitos, em especial, trabalhistas.

Desde sua criação, a página já publicou mais de 312 conteúdos e conquistou mais de 3 mil e 400 seguidores, por engajamento orgânico, que curtem e comentam constantemente as publicações. Ao realizar um balanço sobre o andamento do projeto, as Juízas do Trabalho constataram a real importância da conexão promovida pelas redes sociais. “Quando utilizadas para o bem, proporcionam benefícios e interações que dificilmente seriam alcançadas de outra forma”, afirmam.

As magistradas Andressa e Kassandra Carvalho também classificam como “enriquecedora” a experiência alcançada pela interação promovida por meio da página. “Em se tratando de um país de dimensões continentais, podermos interagir com estudantes e operadores do Direito das mais diversas áreas é uma experiência enriquecedora, pois favorece a troca e a disseminação de boas práticas aplicadas no dia a dia de nossa rotina de trabalho”, explicam.

Para as irmãs, difundir a cultura de paz é fundamental na medida em que ainda é muito arraigada em nossa sociedade a cultura do litígio. “A promoção da interação e do diálogo de forma exponencial e disruptiva oportuniza o aprendizado constante e necessário para crescermos como profissionais e seres humanos”, defendem.

Mediação e conciliação


A mediação e a conciliação são métodos adequados e eficazes para resolução de conflitos, que levam as partes a refletirem sobre autorresponsabilidade. A adoção desses métodos empodera as partes e possibilita, na maioria dos casos, maior satisfação para todos os envolvidos.